sexta-feira, 17 de julho de 2009

Pássaro Alado


Pássaro alado

Amanheci o dia
Com o meu canto
Repleto de alegria
Só pro teu encanto

Mas antes do amanhecer
Sobrevoei a escuridão
E nela vi você
Vivendo em abstenção

Fiquei condoído
Com tamanha tristeza
Vi teu coração ruído
Decompondo tua natureza

Assim enchi meu peito
E comecei a cantar
E com todo o respeito
Pedi pro sol raiar

Pedi pro sol
Aquecer tua vida
E te retirar do lençol
Pra vida ser vivida

Pedi pros meus amigos do ar
Comporem uma sinfonia
Que venha te emocionar
Pra você esquecer da noite fria

Pedi pra cada rosa
Que no momento de florescer
Encham-te de prosa
Cortejando você

Pedi pra cada raio de luz
Iluminar tua face
E retirar tua cruz
Desmontando teu disfarce

Convidei-te pra voar
Num canto de amor
Tentando te mostrar
O teu resplendor

Voamos feitos loucos
Aventuramos-nos pelo ar
Pois poucos
Conseguem decolar

E no meio de nosso passeio
Consegui um beijo teu roubar
Acabando com o anseio
De teus lábios tocar

Agora sou do teu vôo - o dono
Sou teu pássaro alado
Que te retira do sono
Para um dia abençoado

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...