segunda-feira, 13 de agosto de 2012

O poder das palavras

Carta a um amigo


Carta a um amigo

Se você puder esperar pra sorrir
Não vai mais precisar chorar
Ou procurar encontrar asas
Em mesas de bar

Espere amigo!
Conheço seus pensamentos
Muitos deles me assustam
Tantos que me criam ressentimentos

Como desejo sua felicidade
Mas você insiste em não mudar
E vão se passando noites e noites
Sem você pra vida acordar

Quero que volte pra si
Sei que andou um tanto perdido
Mas dentro do seu coração
Você sempre foi preterido

Repinte as paredes do seu quarto
Firme suas passadas
E acredite que o seu futuro
Deixará de ser uma encruzilhada


Fernando Marques

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Amor


Amor

É quando o coração bate forte
Querendo se queimar
É tamanha a pureza
Que não há razão pra discordar

Fernando Marques

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Aceno


Aceno

Arriba a saia morena
Arraste teus pés no chão
Pois meu olhar já te acena
É hora da comunhão

Deixa os teus cabelos
O teu cheiro espalhar
Arrepiando pêlo a pêlo
Quem teu cangote for cheirar

Vamu’bora violeiro
Toque uma nova modinha
Pois a morena eu vi primeiro
Só espero que seja minha


Fernando Marques

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Plano de fundo

Plano de fundo

Você vive chorando
Renegando sua dor com maquiagem
E entre insanos sorrisos se encontra
No espelho como uma miragem

E a vida passa...
Tão depressa e longa como um segundo
Coisa que nem o mesmo o teu batom
Te coloca como plano de fundo

As paredes se comprimem
Num claustrofóbico coração
E que o que já foi noite
Chamou-se: aflição

Fernando Marques


Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...