segunda-feira, 20 de julho de 2009

Reze Bastante


Reze bastante

Quando você me ama
E eu te chamo de vadia
A tua pele emana
Um arrepio de fantasia

Você é feito uma freira
Que tem medo de pecar
Das que sentam na primeira fileira
De frente pro altar

Mas quando estais sobre mim
Num outro mundo você cavalga
Colhendo as rosas do jardim
Que tanto você galga

Em outro mundo
Você decide pecar
E nesse mundo eu te inundo
Até tua santidade voltar

Reze pra não pecar
Faça do meu ouvido teu confessionário
E deixe a tua fantasia repousar
Longe de um armário

Quando me olhares na rua
Finja que não me conhece
Mas quando ficares nua
Lembre-se da prece

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...