segunda-feira, 20 de julho de 2009

Entre Universos


Entre universos

Sinta meu amor
Teu corpo anunciar
Que o teu pudor
Acabou de te abandonar

Agora você é a mulher
Que tanto você prendeu
Pois a última pétala do bem me quer
O meu amor escolheu

Agora tudo pode acontecer
Intermediando a sanidade da loucura
Desde você completamente enlouquecer
Ou até o nascer de uma nova criatura

O teu antigo mundo parou
E pediu pra você descer
Ele apenas te enganou
Tentando essa mulher esconder

Agora eu sou a passagem
Que irá te encaminhar
Numa viagem
Que nunca irá cessar

Te guiarei entre universos
Parando na estação de cada sonho
E nelas farei versos
Enquanto te decomponho

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...