segunda-feira, 20 de julho de 2009

Tapuitapera


Tapuitapera

Olho pra São Luís
Que fica do lado de lá
E eu aqui muitíssimo feliz
Estando do lado de cá

Aqui banho no puro mar
Abraçando um urrante vento
Enquanto alguns do lado de lá
Banham-se no tormento

Essa cidade
Tem o dom da mutação
De transformar tristeza em felicidade
E ódio em paixão

Olho essa verde natureza
Que ferve o meu sangue
Manto da realeza
Que escorre pelo mangue

O divino e o profano
Igualmente eu e você
Ungindo-nos por baixo do pano
Maravilhados de prazer

Essa cidade é uma poesia
Que escorre pelas ladeiras
Feito tambor de magia
Levitando as coreiras

Aqui tem o pássaro guará
Que avermelha o dia
Coisa que não tem do lado de lá
Naquela cidade fria

Esse calor
Que aquece minha pele
Me-te faz fazer amor
Antes que teu olhar me revele

Aqui é o meu ninho
Onde te faço entender
Que o nosso melhor caminho
É juntinhos viver

No mangue deixei minhas pegadas
Registrando na história
Andanças passadas
Futuras na memória


Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...