terça-feira, 28 de julho de 2009

Estrada da vida


Estrada da vida

Vou embora
Vagar pelo mundo
A vida foi jogada fora
Num abismo profundo

Vou procurar terras desconhecidas
Onde eu posso encontrar
Paixões adormecidas
Que eu possa despertar

Estarei de braços abertos
Igualmente uma cruz
Com pensamentos incertos
Na certeza que me conduz

Farei minha guerra
E escreverei
Em cima da terra
O nome da que amei

Enquanto isso...
Vou desse mundo sorrir
Pois é tudo que preciso
Pra de novo partir.

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...