segunda-feira, 20 de julho de 2009

Conhecido choro


Conhecido choro

Disfarça meu amigo
E chore pelo seu amor
Faça do meu ombro o abrigo
Pra verteres a sua dor

Não dê a ela o prazer
De saber da tua tristeza
Por mais que venha morrer
Depurando tua impureza

Esvaia a sua dor
Arranque-a do seu peito
Pois às vezes o amor
Torna-se um sonho desfeito

Chora amigo
Só não esqueça que no outro dia
Ainda sentirás o castigo
Dessa tua agonia

Mas enquanto isso
Chore...
Pois o choro é preciso
Pra que essa dor ele devore

Mas sempre entenda
Que o choro antecede o riso
E nunca se renda
Chore o que for preciso

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...