segunda-feira, 20 de julho de 2009

Um Rio...


Um rio

Vou descendo o rio da vida
Remando lentamente, astutamente...
E no reflexo das águas vejo você querida
Projetada por minha apaixonada mente

Vou remando sob a sombra do infinito
Sobre as ninfas que protegem as águas
E nesse afluente do rito
Afogo todas as mágoas

Agora remo nos afluentes da paixão
Relembrando os tropeços do remar
E no fundo do rio encontro meu coração
Que não aprendeu a nadar (amar)

Mergulho qual menino
Nas profundezas da alma
Saltando da canoa do destino
Sobre o rio que me acalma

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...