sexta-feira, 17 de julho de 2009

Tua-minha vestimenta


Tua-minha vestimenta

Sinto o beijo de mel
Que sai da tua boca
E o prazer que vem do céu
Em tua boca oca

E de repente...
Eu sou você
De forma tão indecente
Que chega a me entorpecer

Essa magia
Que verte do teu ser
Inspira a fantasia
Do eterno prazer

E com toda calma
Em minhas mãos te seguro
E invado tua alma
A cada sussurro

A cada mordiscar
Pedaço por pedaço
Faço-te delirar
Cingindo-te em meu abraço

E no teu sono
Que o prazer te apresenta
Serei sempre o dono
Da tua vestimenta

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...