sexta-feira, 17 de julho de 2009

A mais triste poesia


A mais triste poesia

Ela perdeu seu confuso poeta
Ele a sua desejada vida
Pois decidiram andar numa reta
Do que numa estrada dividida

Eles muito irão chorar
De tudo que passaram
E quando começarem a lembrar
Do tanto que se amaram

Uma sábia decisão...?
O futuro dirá!
Mas cabe ao coração
O preço a pagar

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...