quarta-feira, 7 de julho de 2010

Contratempos Passageiros


Contratempos passageiros

Às vezes vem a tristeza
Desviar meu olhar
E esconder a beleza
Do brilho do luar

Mas devo me lembrar
Que quem está triste sou eu
E entender que a vida está a ecoar
Na natureza que Deus nos deu

A beleza...
É a contradição
De toda a tristeza
Que tapa a nossa visão

Mas a dor da tristeza
Nunca é mais forte
Do que a pureza
Inversa da morte

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...