quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Meu queridinho


Meu queridinho

Toda mulher
Mascara seu pudor
Elas tentam não ser “uma qualquer”
E juram não conhecer um vibrador

Algumas entre si se amam
Outras tenho até medo de falar
O tanto que seus corpos profanam
Quando deixam sua volúpia falar

As de seios maiores
Seus próprios mamilos sugam
As de seios menores
Sua própria saliva os inundam

Algumas têm uns ursinhos de pelúcia
Que se pudessem falar
Falariam com propriedades da astúcia
De uma mulher quando quer gozar

Elas conhecem bem
Certos dedinhos
Que as tocam como ninguém
Por todos seus ribeirinhos

E quando andam de bicicleta
Fico corado só em pensar
Na sutileza da mulher atleta
Que não tem pressa em pedalar

Muitas vezes tive o prazer
De vê uma mulher se masturbar
Mas digo pra você
É lindo de se admirar

Conheço umas “santinhas”
Que na cama sabem pecar
Conheço também umas “atiradinhas”
Que no sexo ficam a desejar

Eu poderia continuar a falar
Mas tenho que reconhecer
Que elas sabem se virar
Por que...

Elas sempre encontram
Um novo brinquedinho
E a eles chamam:
“Meu queridinho”

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...