quarta-feira, 19 de maio de 2010

Inspirações...


Inspirações...

Vou ao céu
Depois de uma noite de amor
E acordo me unindo ao papel
Com a cólera de um compositor

Saio do sonho
E mergulho na inspiração
Pois eu só componho
Pra quem escuta meu coração

Devo ao sexo feminino
Toda a minha verve
Assim faço o meu destino
E que cada poesia o preserve

Escrevi muitas vezes iludido
Com um figurado amor
Muitas vezes acordei “esquecido”
Por não suportar o sol com seu calor

Tento segurar a vontade
De parar de escrever
Mas seria uma contrariedade
Do que me dar prazer

Dos sonhos que sonho
Das mulheres que o tempo levou
Eu sou o maior sonho
Do homem que ficou

Cada parte de mim
Representa alguém
Como as rosas de um jardim
Perfumando um harém

Não tenho como fugir
De cada inspiração sentida
Pois é impossível dirimir
Qual delas é a mais querida

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...