terça-feira, 8 de junho de 2010

Sagrado Manto


Sagrado Manto

Olho pro céu estremecido
Com a chuva que cai
E vejo sobre a terra
A vida que a chuva extrai

Tudo que era feio e seco
A chuva dar uma nova vida
A semente que foi plantada
Já não está mais adormecida

As rosas desabrocham
Aromatizando a cidade
Os passarinhos gorjeiam
Cantos de felicidade

Continua chovendo
E em cada canto
A vida vai surgindo
Sob esse sagrado manto

Agora é a minha vez
De nela me abençoar
Pois existem poucos prazeres
Que fazem à vida germinar

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...