quarta-feira, 7 de abril de 2010

De Tão...


De tão...

De tão bobo que era
Pensei que te amava
De tão inocente
Meu coração eu enganava

De tão inconseqüente
Fiz juras de amor
De tão imaturo
Disfarcei minha dor

De tão prepotente
Senti-me enorme
De tão perfeito
Vi-me disforme

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...