segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Miragem


Miragem

Vago por um deserto
Sem nenhuma orientação
Não tenho ninguém por perto
Mas carrego alguém no coração

Um grande tapete vazio
No dia um sol de queimar
A noite um torturante frio
Tentando meu coração congelar

A minha sobrevivência
Depende apenas de mim
Contrapondo a ausência
Que me castiga assim

A cada passagem
Pelos becos de areia
Vejo em cada um uma miragem
Que meu ser desnorteia

Ilusão...
Criada pelo desejo
Causando-me confusão
Por não ser real o que vejo

Passos repetidos...
Começo a refazer
Pois em todos os sentidos
Estou sempre a me prender

Mesmo perdido
Sem saber que rumo tomar
Não me dou por vencido
Pois desse deserto vou escapar

Quando isso acontecer
Vou meus caminhos modificar
Pra não mais me envolver
Quando uma miragem se apresentar

Fernando Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...