quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Valer




VALER

Meu coração é devoto
De tudo que o inspira
Chora de tristeza e alegria
Com todo ar que ele respira

Faz tempestade em copo d'agua
Ansioso por assim ser
Mas se arruma de saudade
Pra quem dá vida ao seu bater

É fiel e companheiro
Feito caneta e papel
Forte e sensível como os metais
Do bolero de ravel

Fernando Marques


Pixinguinha, Chico Buarque, Noel Rosa, Luís Fernando Veríssimo, Tom Jobim, Vinícius de Moraes....

Loading...